Planejamento pessoal para 2020: Por onde começar e o que fazer?

O ano já começou, mas ainda dá tempo de fazer o seu planejamento pessoal para 2020 caso ainda não tenha feito!

Eu sempre amei criar planilhas, listas, anotações, diários, etc. Sempre escrevi meus objetivos, sonhos e coisas que eu queria conseguir, para isso, precisava saber como e quando fazer coisas que me fariam alcançar os meus objetivos pessoais.

Se tem algo que eu amo fazer é organizar coisas e criar listas para tudo, por essa razão resolvi escrever aqui para te ajudar nesse processo.

Se você não sabe por onde começar ou deseja descobrir como facilitar ainda mais esse processo, vou compartilhar aqui com vocês dicas sobre aquilo que eu faço para criar o meu planejamento pessoal.

Boa leitura 😉

O que é um Planejamento Pessoal?

Resumidamente falando, o planejamento pessoal nada mais é do que a forma de organizar os seus objetivos dentro de um determinado período.

Você já ouviu a frase “quem não sabe para onde vai não chega a lugar nenhum?”

Pois é, o ideal é que você saiba quais são os seus objetivos e onde você quer chegar.

Pense no planejamento pessoal como uma forma de facilitar as suas escolhas diárias e literalmente organizar o caminho que vai te levar até os seus objetivos finais.

Por que fazer um planejamento pessoal anual?

O planejamento pessoal existe para alinhar o seu propósito e te mostrar o motivo pelo qual você faz o que faz e claro, otimizar o seu tempo 🙂

Se você criar um planejamento para o seu ano, eu tenho certeza absoluta que os resultados serão satisfatórios, se você dedica o seu tempo para realizar os seus objetivos, sejam eles de curto ou longo prazo, com certeza a organização desses processos farão toda diferença e te ajudarão até gerenciar melhor o seu tempo também.

Pense no planejamento pessoal como um melhor amigo que vai te lembrar das coisas importantes que você precisa fazer e te lembrar dos seus sonhos quando você esquecer de onde quer chegar.

Como Fazer Um Planejamento Pessoal Para 2020?

Eu vou compartilhar aqui algumas coisas que normalmente eu uso para isso, tá bom? Lembrando que você pode aplicar isso para criar um planejamento não só para um ano, mas para os próximos 5, 10, ou até mesmo para o próximo semestre.

Sinta-se à vontade para usar todas essas informações e aplicar da forma que faça sentido para você e te ajude.

Crie um planejamento pessoal

Vamos começar a montar nosso planejamento!

Agora é hora de pegar o papel e caneta para anotar as dicas, ou usar qualquer meio de comunicação que você se sinta bem para fazer as anotações, como seu celular, computador, ou seja o que for. Vamos lá!

Defina objetivos e metas

Objetivos e metas são duas coisas diferentes mas complementares e eles podem ajudar você no planejamento pessoal, por isso, vamos entender qual é a diferença entre essas duas palavras, ok?

  • Objetivos: O objetivo é onde você quer chegar, nada mais é do que o seu alvo final. Eles podem ser mais abrangentes do que as metas, por exemplo, seu objetivo é perder peso. Mas o que é preciso fazer para isso acontecer? É aí que entram as metas 😉
  • Metas: Podemos dizer que as metas são tarefas específicas para alcançar um objetivo, por exemplo, você quer perder peso, então, precisa fazer exercícios 3 vezes por semana, evitar açucar, cortar o refrigerante, beber 2 litros de água por dia, etc. Ou seja, a meta é aquilo que você faz para alcançar um objetivo.

Agora que entedemos a diferença entre um e outro, comece anotando primeiro quais são os seus objetivos para o ano.

Vou usar alguns exemplos apenas para ilustrar isso, tá bom? Veja:

Objetivos:
1. Aprender Inglês
2. Viajar para outro país
3. Comprar um celular novo
4. Perder 10kg

Metas para aprender Inglês:

  • Estudar 3 horas por semana vendo vídeos do Youtube
  • Começar a fazer um curso presencial
  • Assistir séries com legenda em Inglês duas vezes por semana
  • Ouvir uma música em Inglês por dia

E para cada objetivo você pode fazer uma lista de metas que irão te ajudar a alcançar esse resultado!

Importante: Se você não priorizar as suas metas, dificilmente os seus objetivos serão alcançados.

Estabeleça prazos

Estabelecer prazos pode te ajudar e muito na hora de definir algo, usando os exemplos anteriores, você pode colocar:

Objetivos:
1. Aprender Inglês (Até Dezembro)
2. Viajar para outro país (Em Julho)
3. Comprar um celular novo (Até Março)
4. Perder 10kg (6 meses)

E com base nessas datas você pode definir suas metas ainda melhor.

No caso de perder 10kg em 6 meses, é só fazer as contas, se você quer perder 10kg em 6 meses isso significa que vai precisar perder aproximadamente 1.700 kg por mês, ou seja, 415 gramas por semana.

Quando você divide assim, fica mais fácil saber o que precisa fazer e também em quanto tempo vai atingir os seus resultados.

E em todos os seus objetivos e metas você precisa definir os prazos e identificar se eles são viáveis ou não, para entender melhor como definir suas metas leia abaixo e aprenda sobre a Metodologia SMART, isso irá ajudar você!

Use a Metodologia SMART

Em resumo as metas SMART fazem parte uma estratégia de planejamento e usando essa metodologia vai ser muito mais fácil definir suas metas.

A sigla SMART significa inteligente em Inglês, mas engloba também alguns outros sentidos, eu gosto de pensar que a metodologia SMART é literalmente uma forma inteligente de definir as suas metas 😉

Essa metodologia consiste em definir metas considerando 5 características principais:

S – Specific (Espefícica)
M – Measurable (Mensurável)
A – Attainable (Atingível)
R – Relevant (Relevante)
T – Time-Based (Temporal)

Agora que você sabe o signíficado da sigla SMART eu vou te explicar para que exatamente cada palavra serve e como isso poderá te ajudar. Leia com atenção, isso pode fazer toda diferença na hora de definir suas metas!

S – Specific (Espefícica)

O nome já diz, não é mesmo? É uma meta específica, ou seja, quanto mais detalhada melhor, ao invés de colocar, quero perder peso, coloque “quero perder 5kg”, entendeu o que quis dizer?

Quanto mais específico você for na hora do que quer, mais fácil vai conquistar isso, se ficar colocando aquelas coisas abrangentes como ”ser mais saudável” por exemplo, você não vai saber exatamente o que fazer, mas pode colocar, eliminar o refrigerante, caminhar uma vez na semana, etc.

É literalmente colocar de forma específica aquilo que você quer atingir, quanto mais informações, mais números e mais espefícico você for, melhor!

M – Measurable (Mensurável)

A meta também deverá ser mensurável, ou seja, algo palpável que você consegue mensurar e ver se é uma meta real ou não.

Se ela não for real, é viável investir energia em algo que não trará resultados?

A – Attainable (Atingível)

É literalmente saber se essa é uma meta atingível, ou seja, se é possível de ser alcançada. Colocar uma meta de se tornar milionário em um ano se você não tem nenhum recurso para isso, é praticamente impossível (exceto se você ganhar na loteria), mas uma meta atingível por exemplo é aumentar sua receita em 10%.

Ou seja, ao definir uma meta você precisa saber se ela é atingível, como nos exemplos acima aprender Inglês é atingível, perder peso também, etc.

Por isso, na hora que for definir uma meta se pergunte, ela é atingível ou não? Se sim, inclua na sua lista!

Dica: Tente evitar metas que não são atingíveis dentro da sua realidade, pois a não realização delas podem te desmotivar, por isso, comece com aquilo que é atingível para você, tá bom? Não se compare com fulano ou ciclano, foque nas suas metas pessoais! 

R – Relevant (Relevante)

No momento de definir as suas metas, você precisa definir também se isso é ou não relevante, vai trazer resultados, vai ser importante?

É importante que a sua meta seja relevante, se não, nem mesmo você vai valorizar essa meta e com o passar do tempo, vai deixá-la esquecida.

T – Time-Based (Temporal)

As suas metas podem até ser específicas, mensuráveis, atíngiveis e relevantes, mas a questão é: Se elas não tiverem um tempo para acontecer, provavelmente elas não irão acontecer.

A indicação do tempo é fundamental como eu citei acima na definição dos prazos, se você define um prazo provavelmente vai priorizar isso, principalmente quando o prazo é curto.

Mas se você não estabelece um prazo a famosa frase ”amanhã eu faço” pode se tornar uma grande inimiga e a procrastinação pode atrasar todos os seus objetivos.

Por isso, é importante que todas as suas metas tenham um tempo específico para acontecerem, ou seja, um prazo.

Organização financeira como uma das metas para 2020

Grande parte dos nossos objetivos envolvem de alguma forma dinheiro, seja para aprender Inglês, viajar, comprar um celular, emagrecer, reformar a casa, fazer um curso.

Seja o que for, você vai precisar usar o dinheiro ao seu favor.

Por isso, é importante que você faça também um planejamento financeiro para o seu ano, e claro, isso vai te ajudar atingir metas e alcançar objetivos. Daqui um pouquinho, vou compartilhar alguns modelos de planilhas que você pode usar e irão te ajudar, continue lendo!

E lembre-se: Não seja escravo do seu dinheiro, mas aprenda a usá-lo com sabedoria para saber o que quer fazer ou não.

Dica: Se ainda não conhece o canal Me poupe! no YouTube, ele é um dos meus favoritos no quesito educação financeira, a Nath é incrível e vai te ensinar a sair do negativo, se seguir as dicas dela eu duvido que a sua vida financeira não melhore, vai por mim!

Bônus: Aplicativos para te ajudar no planejamento pessoal e organização financeira

Trello

Você já conhece o Trello? Ele é um dos meus queridinhos da vida, eu sou apaixonada pelo Trello e ali você pode organizar a sua vida pessoal, uma viagem, inclusive o seu trabalho, acompanhar o andamento de tarefas, etc.

É uma ferramenta de gerenciamento de tarefas, se você ainda não usa, está perdendo tempo. O Trello nada mais é que uma ‘parede de post-its virtual’ que está disponível para você de qualquer lugar.

Ele é fácil, prático, simples de usar e você pode acessá-lo do seu computador ou do celular, ou seja, ele sempre estará a uma tela de distância e pronto para que você explore tudo o que ele oferece e principalmente, acompanhar suas tarefas pessoais ou no trabalho.

Sem contar que você pode criar checklists ali dentro, monitorar tarefas e também sincronizar com outros aplicativos e compartilhar com pessoas.

O Trello tem uma versão gratuita, então, aproveite e comece a usar ainda hoje!

Todoist

Ele é um dos meus aplicativos prediletos, inclusive, você pode sincronizar ele com a sua agenda do Google, pode usar do seu celular ou computador e ali você consegue colocar a sua vida de uma forma simplificada e organizada.

O Todoist também é fácil e simples de mexer, você consegue criar projetos pessoais e profissionais ali e ter todas as tarefas da sua vida num único lugar, você pode inclusive compartilhar com seu marido, sua esposa, seus filhos e se tratando de trabalho com toda a sua equipe.

Você consegue definir os prazos de entrega, acompanhar as suas tarefas do dia, incluir etiquetas, filtros e ele vai te dando pontos ao completar as tarefas, mostra o que está pendente, você pode acompanhar também o seu registro de atividades, ver quantas tarefas completou num período de tempo, enfim, o Todoist pode ser o seu grande aliado e melhor amigo na hora de fazer o seu planejamento pessoal.

Inclusive você pode criar um projeto lá dentro chamado ‘Planejamento pessoal’ e ir definindo seus objetivos, metas, sincroniza ele com sua agenda e tcharam a mágica estará feita.

Eu utilizo o Todoist há quase 4 anos e não troco ele por nada! Se você ainda não usa, está esperando o que para deixar tudo mais organizado e de forma mais prática? 😉

Planilhas

Usando o Google Planilhas, você pode criar qualquer tipo de planilha pelo celular ou computador e acessar de qualquer lugar do mundo.

Planilha com lista de sonhos, planilha com despesas, planilha para lembretes, planilhas para a vida. Se eu puder fazer uma lista para qualquer coisa na vida, com certeza irei.

Principalmente na hora de acompanhar os números e ver as despesas financeiras, você pode também usá-las ao seu favor.

Mesmo com dezenas de aplicativos ao nosso dispor hoje em dia, as planilhas ainda serão nossas aliadas e com certeza uma ótima ferramenta na hora de um planejamento pessoal também.

Se você quiser usar algumas das planilhas que eu uso, vou deixar aqui os modelos, é só clicar e pegar , tá bom?

Aproveite, é de graça e pode te ajudar 😉

1. Planilha de entradas e saídas:

Aqui você pode utilizar para controlar o seu gasto diário, semanal ou mensal. É super simples, basta colocar os valores que entraram e saíram e assim você sempre vai saber quanto ainda tem disponível para usar e consegue acompanhar tudinho.

2. Controle Financeiro 

Nessa planilha você pode acompanhar o seu resumo anual, incluindo os dados mensais e assim conseguir ver para onde o seu dinheiro está indo, qual é o seu maior gasto mensal, quanto de dinheiro você tem guardado, etc.

3. Contas à pagar

Aqui como o próprio nome já diz, é uma planilha para acompanhar as suas contas à pagar, dia do vencimento, valor e no final você tem a visão de tudo o que precisa pagar no mês.

Bom, as três planilhas são bem simples de usar e bem fácil de entender, por isso, você pode usá-las à vontade e acompanhar todo o seu orçamento do ano!

Eu aprendi isso com a Ednize Henneman, cerimonialista de eventos em Curitiba,PR, no Brasil, e também uma grande amiga e mentora. Assim como ela me ensinou de graça, estou repassando por aqui e espero ajudar você na sua organização financeira 🙂

Google Agenda

Com o Google Agenda você pode marcar eventos, reuniões, lembretes de consultas médicas por exemplo, datas de aniversários, pagamentos de cartão de crédito, enfim, você pode literalmente usar o Google Agenda como uma agenda propriamente falando, sabe aquela que você escreve e tudo?

Pois é, o Google Agenda pode facilitar a sua vida pois você irá encontrá-lo na tela do seu celular ou no computador, sem precisar ficar carregando aquela agenda para todo lado e também, ele irá avisar você antes de compromissos e você mesmo pode personalizar quanto tempo antes o lembrete vai aparecer para você.

Para usá-lo basta criar uma conta no Google e desfrutar de tudo que você pode ter acesso, com o Google Agenda.

Inclusive, você pode sincronizá-lo com o Trello ou Todoist, o que vai unificar literalmente todas as suas atividades deixando tudo num lugar de fácil visualização.

E aí, está esperando o que para começar a usar o Google Agenda, ganhar tempo e ter uma vida pessoal mais equilibrada? Comece hoje mesmo!

GuiaBolso

O GuiaBolso é uma ótima opção para o seu controle financeiro, ele vai servir basicamente como a planilha de Controle Financeiro que eu compartilhei acima, a diferença é que isso tudo você encontra dentro de um aplicativo.

Inclusive, você pode sincronizar com a sua conta corrente, seus cartões e literalmente acompanhar toda a sua vida financeira no aplicativo e ver de forma organizada com gráficos e ilustrações que irão te ajudar.

Você pode fazer o seu planejamento financeiro também. Acompanhar os gastos por categorias e ver quais deles comprometeram suas metas caso isso aconteça.

Junto com a sua pontuação, o app também oferece uma espécie de ranking em que avalia a sua saúde financeira, e claro, sempre te incentivando a melhorar.

Sobre suas contas, você pode adicionar ou excluir quantas quiser, é um aplicativo 100% seguro, não se preocupe, ele não irá fazer nenhuma transação no seu nome.

Caso você ainda não conheça esse aplicativo, a minha sugestão é que comece usar ainda hoje, baixe-o em seu celular e descubra as dezenas de opções que ele te oferece de forma gratuita.

Daqui alguns dias eu escrevo um post apenas sobre ele para você, ok?

Mas enquanto isso, vamos focar no seu planejamento!

Conclusão

Bom, falamos sobre a importância de um planejamento pessoal para 2020, por que fazer um planejamento e como isso pode ajudar você.

Espero que você esteja pronto para começar o seu planejamento pessoal para o ano, lembre-se:

Defina os seus objetivos, crie metas e para facilitar, tente aplicar a metodologia SMART que eu te ensinei.

Você lembra do significado delas?

S
– Specific (Espefícica)
M – Measurable (Mensurável)
A – Attainable (Atingível)
R – Relevant (Relevante)
T – Time-Based (Temporal)

Coloque tudo isso em prática, usando sua agenda pessoal, o Trello, Todoist ou planilhas ou o que quer que seja, mas não deixe de planejar o seu ano.

Se você sabe o caminho pelo qual precisa seguir, tudo fica muito mais fácil.

Por isso, foque nos seus objetivos e faça acontecer.

Você tem capacidade para isso e agora tem informações de como fazer e por onde começar também.

Se você ficou com alguma dúvida ou gostaria de fazer o seu planejamento pessoal mas está perdido nesse assunto, tenho uma solução para você!

Entre em contato comigo, sinta-se à vontade para pedir ajuda nos comentários do blog, através do meu email [email protected], no LinkedIn ou até mesmo no meu Instagram.

Eu vou amar receber uma mensagem sua e te ajudar nessa fase, conte comigo!

E lembre-se: Falhar em planejar, é planejar falhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *